Autárquicas 2013


Mãos à obra!

Caras Amigas e Caros amigos:
Procurando adequar a organização do partido às exigências do novo ciclo político, o Presidente do Partido entendeu confiar-me a Coordenação Autárquica do CDS.
À confiança em mim depositada, e que muito me honra, procurarei retribuir com todo o meu empenho, saber e determinação, para levarmos o CDS mais longe nas próximas eleições autárquicas.
Quero, em primeiro lugar, e em meu nome pessoal, deixar uma palavra de apreço ao meu antecessor, o deputado Hélder Amaral, pelo trabalho desenvolvido, trabalho vasto e profícuo, que serve de alicerce às tarefas a que agora nos propomos.
Depois, quero dizer a todos os autarcas eleitos nas listas do CDS que podem contar com a minha total disponibilidade e a do Gabinete Autárquico para qualquer apoio necessário ao desempenho das suas funções.
Aos eleitos que exercem funções executivas ou deliberativas, desejo que continuem a trabalhar com afinco em prol das suas comunidades locais, não descurando os valores do CDS.
Aos eleitos que exercem funções de oposição, desejo que exerçam sempre uma oposição firme, mas construtiva, que apontem caminhos e soluções, para que os nossos eleitores saibam que o CDS não baixa os braços e que defende os seus interesses, mesmo na oposição!
Todos os eleitos podem continuar a contar com o apoio jurídico do partido, e todos são convocados a participar no nosso site e na página do Facebook, ferramentas que queremos, convosco, dinamizar.
Com o apoio do partido, estamos, também, a programar um ciclo de Formação Autárquica sobre temas diversificados, com interesse para os eleitos e para os que vão integrar as próximas listas autárquicas.
Aliás, não descurando o apoio aos eleitos, como já referi, é minha preocupação começarmos a preparar, desde já, o futuro: já é tempo de nos concentrarmos na preparação das próximas eleições autárquicas de 2013! É com esse objectivo que estou já a visitar todas as estruturas.
Tendo por cenário a grave crise do país, e as medidas difíceis que o governo, de que fazemos parte, tem de tomar para resolver os problemas que outros criaram, temos que planear com tempo e adequadamente as próximas eleições autárquicas.
Para tanto, queremos o CDS próximo das pessoas: são elas a razão das nossas políticas! É importante que as estruturas locais auscultem os seus anseios e preocupações; é importante que comecem a desenhar programas com soluções; é importante que comecem a estudar os perfis dos candidatos!
E, sobretudo, é importantíssimo que, desde já, consigamos transmitir às populações um “sinal de esperança” para uma vida melhor! E esse “sinal de esperança” passa, necessariamente, pelo CDS!
Por isso, o CDS tem de crescer em 2013! Por isso, o CDS, em 2013, tem de conquistar mais poder autárquico, para servir as populações, para servir Portugal!
Isso será possível se cada um, se cada estrutura concelhia, distrital e todos nós nos empenharmos desde já. Este é desafio que vos deixo: Mãos à obra!

Domingos Doutel
Coordenador Autárquico Nacional