terça-feira, 2 de dezembro de 2014

AINDA A TAXA MUNICIPAL DA PROTECÇÃO CIVIL ...

 
 
"Há momentos em que silenciar é mentir"
 
Miguel de Unamuno
 
 
No rescaldo da recente polémica sobre a cobrança ilegal da taxa municipal da protecção civil, convém deixar expressas algumas breves notas, em jeito de recordações para memória futura:
 
 
- Este problema só foi discutido no plenário da Assembleia Municipal graças ao papel de liderança e à insistência da bancada da Coligação SERVIR PORTIMÃO (CDS-PP/MPT/PPM/Independentes);
 
 
- Os eleitos do PS e do PSD (à excepção de um eleito) tentaram adiar, com recurso a meros subterfúgios de natureza legal, o debate que a Oposição e os Portimonenses queriam que fosse feito;
 
 
- Quando finalmente, na passada Sexta-feira, dia 28 de Novembro, não puderam continuar a sua fuga, os eleitos da maioria PS/PSD optaram pela táctica dos 3 macaquinhos: não quiseram ver as ilegalidades da taxa municipal, não falaram sobre o assunto e não ouviram as críticas e as perguntas das forças da Oposição! De forma passiva, limitaram-se apenas a votar, chumbando as propostas da Coligação SERVIR PORTIMÃO e de outra força da Oposição para a revogação da taxa municipal de protecção civil! Esta postura irresponsável de quem sabe não ter razão, mas prefere o silêncio, será sancionada na devida altura pelos Portimonenses;
 
 
- Os eleitos da Coligação SERVIR PORTIMÃO (CDS-PP/MPT/PPM/Independentes) em todos os órgãos autárquicos reafirmam a sua frontal objecção a esta forma ilegal e imoral de financiar a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Portimão! Continuaremos a lutar, lançando mão de todas as armas ao nosso dispor para que esta medida seja revogada ou declarada ilegal. Num Estado de Direito Democrático a legalidade prevalecerá sempre, por muito que isso custe à aliança PS/PSD! 

Sem comentários: