segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

CDS QUER APOIOS RÁPIDOS PARA AJUDAR AGRICULTORES A PAGAR PREJUÍZOS DO MAU TEMPO


O presidente do grupo parlamentar do CDS-PP, Pedro Mota Soares, pediu hoje em Torres Vedras “apoios muito rápidos” para os agricultores do Oeste, afectados pelo mau tempo, e que seja accionado fundo de dotação orçamental.

“Os apoios dados a esta região têm de ser muito rápidos. O que está em causa são as próximas campanhas agrícolas”, disse o presidente do grupo parlamentar do CDS-PP, sublinhando que a fileira hortofrutícola “é um sector exportador e acima de tudo evita a importação”, tornando-o prioritário para a economia.

Neste sentido, Pedro Mota Soares defendeu que “é essencial usar as verbas da dotação orçamental do Ministério da Agricultura e do Orçamento de Estado” tendo em conta que os apoios do PRODER (Programa de Desenvolvimento Rural) da União Europeia “não são celeres”.

O popular anunciou ainda a criação de uma linha de apoio deste partido (800205158 ou oeste2009@cds.parlamento.pt) para os agricultores puderem dar conhecimento dos seus problemas.

Pedro Mota Soares disse ainda que os europeputados Nuno Melo e Diogo Feio vão anunciar no Parlamento Europeu “uma iniciativa para que haja ajudas da União Europeia a estes agricultores”.

O presidente do grupo parlamentar do CDS-PP, que visitou estudas destruídas de explorações agrícolas em Torres Vedras, disse ter encontrado um “cenário devastador”.

Sem comentários: