segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

DESEMPREGO EM PORTUGAL É UM TERRAMOTO 10.2% NA ESCALA JOSÉ SÓCRATES

Paulo Portas, líder do CDS-PP, acusou esta sexta-feira, no Parlamento o primeiro-ministro de se ter “esquecido” de ter referido os números do desemprego na sua intervenção no primeiro debate quinzenal desta legislatura.

Já tivemos um momento Face Oculta, eu encarrego-me do momento Face Exposta, ou seja, o desemprego. Vamos a caminho dos 600.000 desempregados e o senhor primeiro-ministro não disse uma palavra sobre isto no seu discurso de abertura dos trabalhos. O desemprego é um terramoto de 10,2 à escala de José Sócrates”, ironizou Paulo Portas.

O CDS estima que a medida de redução temporária das contribuições das empresas sobre o salário mínimo permite-lhes poupar 4,75 euros por cada trabalhador.

“A medida que anunciou pelo salário mínimo poupou às empresas 4,75 euros por trabalhador”, disse Paulo Portas, durante o debate mensal que hoje decorre na Assembleia da República.

Noticia do Site do Grupo Parlamentar do CDS-PP.


(Video da intervenção de Paulo Portas na Assembleia da República)

Sem comentários: