domingo, 3 de agosto de 2008

Conselho Nacional discutiu ontem Proposta para o reforço do Voluntariado em Portugal


"O Conselho Nacional do CDS-PP discutiu ontem um conjunto de propostas para o reforço do voluntariado em Portugal, como a isenção do pagamento de taxas moderadoras quando se é voluntário no Serviço Nacional de Saúde.As propostas, elaboradas pelo grupo de missão do CDS-PP, constam de um relatório sobre o voluntariado, que será discutido e aprovado pelos conselheiros nacionais democratas-cristão, que se reúnem à tarde em Faro.Entre outras medidas, o grupo de missão propõe que, à semelhança do que acontece com os dadores de sangue, também os voluntários nas instituições de saúde devem estar isentos do pagamento de taxas moderadoras."

Podem ler toda a noticia na página do CDS-PP

4 comentários:

João Bárbara disse...

Tema de facto muito interessante e que se deve debater .... ou melhor "arregassar" as mangas e ir ao trabalho.

Espero noticias sobre este assunto muito em brev.

João Bárbara disse...

Quero ler mais opiniões dos militantes do nosso partido sobre este assunto. Vá lá pessoal, vamos a deixar de ser tímidos - quero ver idéias para serem debatidas

Anónimo disse...

Atacam o Dr. Paulo Portas por tudo e por nada, mas agora ninguém é capaz de elogiar este trabalho sobre um tema inédito em Portugal, que mobiliza milhares de pessoas de norte a sul. Convém que se note que durante a campanha para as directas do ano passado, este foi um dos temas que foi avançado para as novas intervenções do partido.
Entre outras verdades, o Dr. Portas tem toda a razão quando diz que o C.D.S. é um partido indispensável! Vamos continuar em frente, porque há muito trabalho até final de 2009!!!

João Gonçalves Caetano

João Bárbara disse...

Concordo João mas será que o executivo está interessado em voluntariado ? afinal de contas isso não dá protagonismo nenhum nem bilhetes para festas .... temos o caso ainda relativamente recente em que parece que a camara de Protimão não se mostrou interessada em ceder um armazám para o Banco Alimentar para a Fome no Algarve.